A NOSSA RUA

veiculosdanossarua.jpg

O movimento tem vindo a aumentar na nossa rua, com especial incidência nos últimos dias. Nem só connosco, que continuamos a percorrê-la das mais variadas formas e pelos mais diversos motivos. Estes dias de sol, em que as terras foram secando, trouxeram de novo os tratores, a lavra, as bicicletas e as carretas, nas terras foram-se desenhando mantas e a sementeira de batatas. O campo de oliveiras, encostado ao nosso jardim, já foi remexido, e até as pétalas das flores dos campos que nos rodeiam se ergueram de novo para serem sopradas pela brisa.

Somos fiéis frequentadores da rua, já o éramos quando vivíamos na praça. Ao fim de semana e/ou nos tempos livres, é bastante frequente descermos e subirmos a rua diversas vezes, para irmos até casa dos avós ou para os nossos passeios até ao centro da vila. O que tem vindo a mudar são os transeuntes e os respetivos veículos. Eles são bicicletas a penduro de nós, eles são bicicletas duas rodinhas, trotinete, trator, skate e o repetido carrinho de bebé. ..O lola velhinho todo o terreno, coberto de marcas de rapazes, saiu dos arrumos e voltou a carregar o ovo com mais um mano. Connosco, ele vai aprender todas as particularidades da Rua do Benavente: dobrar a esquina perigosa, ouvir o latir dos cães que sempre se enfurecem quando passam crianças, acenar aos vizinhos que tratamos pelo nome e descobrir  onde pode tirar os pés dos pedais e não ter de voltar a pedalar até entrar em casa. Na nossa rua faz eco e ele vai perceber isso quando dissermos alto o nome dele num regresso tardio do centro porque é de dia até ser noite. Na nossa rua o inverno leva sempre o termómetro ao nível mais baixa da temperatura da vila. Na rua do Benavente há uma das maiores descidas de rua e qualquer dia o Salvador aventura.se nela.

Na nossa rua  existem apenas 8 casas, o resto são frentes de terras cultivadas, Olival, pinhal ou terreno baldio. Somos poucos, a rua é sossegada e nós gostamos muito dela.asterrasdanossarua.jpg


floresadossarua.jpg

Se pudéssemos pedir três desejos ao GÉNIO DA LÂMPADA para a nossa rua eles seriam: um passeio em toda a sua extensão, melhor iluminação e inteligente para ser poupadinha e uma torre panorâmica no seu ponto mais alto. Gostávamos muito de poder ver a nossa rua lá do alto! Quanto aos outros desejos ficam connosco, que temos a capacidade de fazer desta e nesta RUA aquilo que nós quisermos e olhem que ideias por aqui nunca faltam…e nós andamos DE OLHOS POSTOS NA RUA.
osmanosdanossarua.jpg

Partilho dois projetos/ iniciativas que têm estas nossas RUAS e a questão da vizinhança como principal preOCUPAÇÃO ou inspiraÇÃO.
A minha Rua | “A Minha Rua®©” é um projecto desenvolvido pela Plataforma eCivitas, em conjunto com um conjunto de Autarquias piloto que permite a todos os cidadãos participar activamente na gestão da sua Rua/Freguesia/Município, comunicando problemas e propondo resoluções e melhorias directamente à Administração Local Autárquica.
Dia Mundial dos VizinhosDia Europeu dos Vizinhos celebra-se na última semana do mês de Maio. A celebração deste dia visa promover o convívio e a sociabilização entre vizinhos. Conhecer os vizinhos ajuda à coesão social, a uma melhor vida em conjunto e cria novos laços de solidariedade entre as pessoas.

DE OLHO[S] NA[S] RUA[S]

olhodarua_santacatarina3
O arranque informal de uma espécie de WORK IN PROGRESS pessoal para este ano. Porque os S’s nos perSeguem. Eyes wide open, por enquanto no mundo para, como ESPERO concretizar uma experiência de Primavera na Terra dos Que Vivem Aqui…
surprise!!!!
Estas foram registadas na cidade do Porto, na passada sexta-feira, a subir até  Santa Catarina.

olhodarua_santacatarina2

olhodarua_santacatarina