UMA AVENTURA…

NO CAMPO que começou (a ser do nosso assumido conhecimento) há, praticamente, 31 semanas atrás com a  VIRTUDE DA ESPERA e que segue no capítulo final, a full time, há 8 dias úteis.
39SEMANAS_DOISDIAS_17ABRIL.jpgAs semanas foram-se sucedendo, umas às outras, que nem me lembro de contar muito os meses desta vez. No final das férias de verão, que terminaram com a grande novidade de VIDA, começaram as folhas a voar para dentro de casa. Logo o doce Outono deu lugar ao Inverno, que de prolongado amealhou  lembranças em torno dos dias. A Primavera chegou, finalmente, de braço dado com o número que 7 que veio para ficar e quase sem darmos por isso. Abril foi-nos distraindo em detalhes e concentração que sem darmos por ela o obstetra estava a dizer-nos: “pronto Catarina, está óptima, 38 semanas, tudo em ordem consigo e com o bebé. Se não tiver nenhum outro sintoma daqueles que falámos (…) regressa cá daqui a 15 dias”. E este dia de regressar é na próxima segunda ou terça-feira. Daqui a 4/5 dias, 22 ou 23 de abril.
salomonaarvore.jpg
Hoje a brisa é fresca, ao nevoeiro seguiu-se um céu limpo onde o sol se espraia agora. As refeições ao ar livre têm convivido com o aroma de roupa acabada de estender. Os bancos que pintei com o Salvador são os mesmos onde por estes dias me sento para olhar o que me rodeia, pegar em leituras adiadas e ouvir as músicas das playlists que já não tocavam por aqui há tanto tempo. Dias calmos onde a GRATIDÃO  se vai instalando para reabilitar e renovar a partir de dentro este coração.
undermyfeet.jpg
Tudo o resto se mantém nesta aventura: os manos, as zangas, a relva fresca, as rotinas, as refeições que fazemos sempre juntos de manhã e à noite, as histórias, as brincadeiras, as gomas, as flores, as idas a casa dos avós ao supermercado e à escola e até as peripécias com os carros! A única diferença é que há interlocutores e várias perguntas, muitas perguntas. Normal. Afinal tenho um enorme e pomposo Templo que o Salomão foi foi erguendo no meu corpo nos últimos 9 meses.
thegrass.jpg

Estou convencida que não vai acontecer antes de dia 24. Os meus pais chegam, há Lua Cheia e seria um mês depois do número 7. O nosso special [first] ONE.
Vitoria, vitória, estamos a virar apenas mais uma página desta história.

16 ABRIL # Feliz esta manhã

imissio.jpg felizestamanhaSOL3.jpg

que começou ainda na cama, com a atualização do que aconteceu ontem em Boston via Telefina Sem Fios (TSF), com um profundo sentimento de pesar e compaixão.  Em Boston como aqui, ou em qualquer sitio do mundo, sempre que somos surpreendidos pelo inesperado triste, uma tragédia. Mais uma. Hope…
😦
Que esta luz de esperança que hoje nos dá um dia NOVO os ILUMINE A TODOS.
Feliz esta manhã de detalhes pequeninos. De manter rotinas com a família. Dos pequenos afazeres pela vila. De espera serena. De leituras em novos formatos, como esta NOVIDADE que partilho porque hoje é também por ela que é uma MANHÃ FELIZ: a comunidade iMissio tem um novo espaço, NÃO DEIXEM DE PASSAR POR LÁ: www.imissio.netiMissio, um site que pretende ser espaço de relação entre a fé, a vida da Igreja e as transformações que o homem está a viver. Os cristãos refletem na rede porque foram chamados a ajudar a humanidade a compreender o significado profundo da própria rede no projeto de Deus.

felizestamanhaSOL.jpg BeFunky_Instant_1.jpg   rest.jpg  felizestamanhaSOL5.jpg

1,2,3 [CONTRA] ACÇÃO

explosaodevida_9.jpg Estamos oficial e energicamente nas 39 semanas ♥.
explosaodevida_8.jpgMesmo que o corpo me vá dá dando sinais que pode estar para breve a explosão de vida que habita em mim, subsistem sérias possibilidades de me estrear no areal grávida de um Sal(o)mão.

Hoje esteve um dia DAQUELES 5***** : luminoso, ameno, livre, sereno e propício a leituras inspiradoras e à escuta interior . Não concordam?

11 ABRIL # Feliz esta manhã

que começou na marquesa da esteticista, depois de molha para deixar os manos;
que inaugurou uma contagem ainda mais deCRESCENTE;
que nos entretém, aos dois, com arrumações;
que nos convida a PARTILHAR, também bens perecíveis;
que nos põe à conversa com todos na loja, local onde todos nos desejam uma hora pequenina;
que sendo de chuva, nos lava e amacia a alma com o bom gosto de mais um issue da Monocle;

arrumacoes.jpg smoothbath.jpgtodososdiasprendasdosfilhos.jpg osonho.jpg
monocleissue.jpg continuaachover.jpg

Feliz esta manhã
do século XXI de “um país à procura de respostas” dizem na rádio logo às 8h00;
Feliz esta manhã que nos prolonga no banho para além do razoável, mas tão apetecível;
em que os raios de sol nos chegam pelas mãos dos filhos, com corações e desenhos;
de boa música pela casa inteira com um punhado de vozes femininas do mundo: BuikaCarminhoNoa e Vanessa da Mata;
feliz esta manhã de OBSERVAR MOVIMENTOS NO MEU VENTRE, E ALI DENTRO adivinhar as feições de um MENINO que vai percorrer a rua, onde temos morada, em corrida ágil e querer subir aos muros para chegar ao céu do Benavente.

IRISDESCENTE*, sem dúvida!

MJMLaginha_irisdescente3.jpgUm serão sublime, a meio da semana, remexe-nos a alma. Eleva-a. Cola-nos as palavras boas ao céu-da-boca e reveste-nos de um concentrado de energia muito útil por estes dias. E como se não bastasse confirma-me que realmente se dorme muito melhor quando estamos de alma cheia, ou não tivessem sido 7 horas seguidas de bom sono, como há muito não tinha!
E sabem que mais, não é mesmo assim tão complicado fazer estes programas, já o sabemos (até fazemos), é sobretudo uma questão de opções e gestão, tal como em tudo na vida. Ontem foi o pleno: conciliar um final de dia normalíssimo, onde houve trabalho, filhos para ir buscar, jantar para confeccionar , tempo de convívio e conversa com ambos os filhos e ainda a refeição maior para partilhar em mesa redonda de família que cresce.
MJMLaginha_irisdescente2.jpg

O concerto “Iridescente”, que ontem assisti na fila J com o meu interno calmíssimo a reagir sobretudo ao acordeão, é o último trabalho que reuniu Mário Laginha e Maria João Pires, agora em quinteto, uma formação pouco comum: voz, piano, bateria e acordeão.
Um concerto que me levou a alma em passeio com a música sugestiva desta dupla. Irisdescente quer dizer isso mesmo – reflete ou mostra as cores do arco-íris). Ao longo de quase hora e meia sobrevoei as ruas de África que nunca calcorreei; senti o calor da brisa, no calçadão de algumas cidades Brasileiras que nem sei onde ficam; passeei-me pelas avenidas de Buenos Aires que sonho conhecer um dia e cheguei a percorrer a Rua Augusta, sentando-me numa esplanada na Praça da Figueira, na nossa Lisboa, de quem as saudades se me abateram em grande volume, nesta lembrança de vozes e sons de pregões e jazz que se misturam, entre o emigrante e o turista refinado que se cruzam na capital. Foi um excelente PASSEIO!
MJ_MLaginha_iridescente_big

Foi um serão SUBLIME na presença, mais uma vez mais, do enorme talento e criatividade desta dupla que nos coloca o mundo ali, diante de todos os nossos sentidos em momentos de grande cumplicidade e emoção.
Este sábado seguem para Vila Flor…uma casa à MEDIDA DELES e das Hortênsias dela…caso queiram saber + e + 

[DIAS] Para sempre*

O brilho da Primavera foi esquivo. Durou apenas dois dias. Nós não facilitámos e, mesmo com o vento a espalhar tinta por todo o lado, tivemos direito às primeiras carícias da nossa estação favorita. Foi uma semana que terminou calma, com corte de cabelo, preparativos de festa, pinturas, arrumações e alguma poesia ao vento. Foi como rever um filme, de novo preenchida de VIDA e rodeada com dois filhos da estação, a caminho da Páscoa. Haverá melhor?

 luzPrimavera2013.jpg“Por que Deus permite que as mães vão-se embora? Mãe não tem limite, é tempo sem hora, luz que não apaga quando sopra o vento e chuva desaba, veludo escondido na pele enrugada, água pura, ar puro, puro pensamento. Morrer acontece com o que é breve e passa sem deixar vestígio. Mãe, na sua graça,é eternidade.
detalhesFESTINHAsete_pintarbancosaovento.jpgPor que Deus se lembra – mistério profundo – de tirá-la um dia? Fosse eu Rei do Mundo, baixava uma lei: Mãe não morre nunca, mãe ficará sempre junto de seu filho e ele, velho embora, será pequenino feito grão de milho”. luzPrimavera2013_2.jpg

pequenospintores.jpg*Carlos Drummond de Andrade

COM 28 SEMANAS

andamos assim, na companhia de um AMOR INFINITO, de uma barriguinha redondinha  que me acentua a natural inclinação para a frente. Para a frente na vida, no caminho de asfalto e no calendário dos dias mais cansativos.
Esta reta final é uma época de exames chatos. Como aquele para medir a capacidade do meu corpo de processar glicose…ia vomitando com 200 ml de glicose pura. É de longe o mais doce e pior refrigerante que se pode experimentar.  Nesta fase o noSSo bebé já está tão completo que há unhas e cabelos dentro da minha barriga. Ele passa o dia a nadar  rodopiar e pontapear os meus interiores. De dia distraio-me, mas a noite inteira num vaivém dentro de mim enquanto eu tento dormir, fica difícil  se a isso somar as 3 e 4 vezes por noite que me levanto para ir à casa de banho…

love

Agora que já só faltam qualquer coisa como 80 dias, começo a pensar que isto das 40 semanas é mesmo muito relativo. Parecem muitos meses, com dias para tudo o que adiámos das gestações anteriores, e depois, quando dás por ela, está na hora de acelerares para a maternidade e ainda bem que pelo menos o nome já tens prevenido na carteira das decisões, porque tudo o resto aguarda os deadlines do costume.