26 # MIRÓ & RUY BELO

(ultimamente, quase sempre que me apetece partilhar um poema tenho uma imagem em mente?)
 (…)
Estás aqui comigo e sou sumamente quotidiano
e tudo o que faço ou sinto como que me veste de um pijama
que uso para ser também isto este bicho
de hábitos manias segredos defeitos quase todos desfeitos
quando depois lá fora na vida profissional ou social só sou um nome e sabem
                                                                                                    o que sei o
que faço ou então sou eu que julgo que o sabem
e sou amável selecciono cuidadosamente os gestos e escolho as palavras
e sei que afinal posso ser isso talvez porque aqui sentado dentro de casa sou outra coisa
(…)”
     
Tu estás aqui” Ruy Belo, Ruy Belo, Toda a Terra Todos os Poemas, Assírio & Alvim, 2000